A morte de Cristo

Outline: Because different Muslim sects have different views about the death of Christ, this script uses a question about it as an opener. Quotes Isaiah in answer and then tells why He died--- as atonement, and the facts of His death. His resurrection and ascension described. Fulfillment of prophecy. Christ's return will be to judge the world. Urges listener to repent while there is opportunity. Although focused for Muslims, this can be used where there is some background knowledge of Christian and Jewish Scripture.

Script Number:162
Language:Portuguese
Theme:Death of Christ; Saviour of Sinful Men; Resurrection of Jesus; Power of God/Jesus; Prophecy, fulfillment of; Debt/payment for sin
Audience:Muslim
Style:Monolog
Genre:Bible Story
Sophistication:General
Purpose:Evangelism
Bible Quotation:Direct
Status:Approved

Scripts are basic guidelines for translation and recording into other languages. They should be adapted as necessary to make them understandable and relevant for each different culture and language. Some terms and concepts used may need more explanation or even be replaced or omitted completely.

Script Text

Será que Jesus, o Cristo, o Filho de Deus morreu? É verdade a história de Sua morte? Nao existe nenhuma dú-vida pelo que o profeta Isaias falou ao Seu res-peito. "Ele fez a Sua sepultura com os perversos." Certamente o Cristo foi morto pela mao dos homens. Mas Deus o mandou à terra para pagar pelos pecados de todas as pesso-as com Sua vida. Aqueles que se arrependem do seu pecado, e recebem este pagamento, nao terao de pagar por si mesmos. Deus disse que nao há salvaçao, senao, se um sem pecado derramasse o seu sangue e morresse. Se desta maneira o pagamento poderia ser feito pelos nossos pecados. Cristo era o único sem pecado. Era o único que podia fazer esse pagamento. Ele aceitou o debito pelos nossos pecados, e o pagou com Seu sangue. Ele tro-cou a Sua vida pelos nossos pecados.

Como foi que Ele morreu? Pilatos, o governador, estava O examinando. Ele disse, "Nao acho culpa sequer neste homem. Eu O castigarei e O soltarei." Mas o povo respondeu, "Muitas pessoas estao seguindo este homem. Se o soltardes, nao es amigo do rei." Quando Pilatos ouviu estas palavras ele disse, "Tomai-O e julguai-O, vocês mesmos, porque eu nao acho culpa nEle." Entao lavando suas maos, disse, "Eu nao sou culpado da morte deste homem"

Cristo saiu da corte do julgamento, tomou Sua cruz, e caminhou para o lugar onde seria crucificado. Nao podia Ele se salvar de Seus inimigos? Claro que sim, mas sabia que estava escrito a Seu respeito, "Pelos pecados do Meu povo, Ele foi morto." Lá estava Ele, pendurado na cruz, com pregos cravados nas suas maos, e nos seus pés. As Suas costas estavam abertas onde tinham O chicoteado. Escute as Suas palavras (Sua oraçao) enquanto estava pendurado, "Pai, perdoe-os; Eles nao sabem o que estao fazendo." Entao Cristo morreu. A Sua morte fi-cou conhecida até longe, porque por três horas o país estava em trevas. A terra tremia, e muitos mortos ressus-citaram e entraram na cidade. Muitos os viram. Os inimigos de Cristo pensaram que O tinha conquistado porque havia morrido. Usaram uma caverna como túmulo para Ele colocaram uma grande pedra na porta. Depois co-locaram soldados (homens) para guardarem o túmulo.

Todas estas coisas provaram que Cristo era o Filho de Deus. Ele disse a Seu respeito, "Tenho o poder de entre-gar a minha vida, e tenho o poder de retomá-la." Mas isso nao foi o fim. A morte nao podia prende-Lo. No ter-ceiro dia, o poder de Deus O ressuscitou dentre os mortos. Muitas pessoas O viram. Numa ocasiao quinhentas (500) pessoas o viram. Ele disse a Tome, um dos Seus amigos, "Coloca os teus dedos nos buracos feitos pelos pregos nas minhas maos, e nao sedes duvi-doso, mas crede." Ele ficou na terra por quarenta dias e comeu e falou com Seus amigos. Depois eles viram Cristo subir da terra e voltar para ficar com Deus. Antes de partir, Ele disse, "Va e conta para todos o que tem visto." Desde o principio Deus tinha prometido que Seu Filho viria, e que salvaria os povos dos seus pecados. Sim, Ele veio, mas muitos nao O conheceram porque nao veio como um grande rei. Feliz é o homem que O recebe e O segue agora. Ele nao recusa os que vem a Ele. Ore e pede a Ele que lhe aceite. Ele te escutará se falares com Ele.

(Cristo vive para sempre. Deus disse na Sua Palavra, "Ele nao apodrecerá no túmulo." Ele ressuscitou, e voltou para estar com Deus. E um dia ha de voltar para julgar este mundo. A Palavra de Deus nos conta que Deus apontou a Cristo para ser o juiz no julgamento final. Se tu tens recusado a Cristo, Ele te recusara naquele dia. Se arrependerdes e O aceitares agora, Ele limpará teus pecados. Quando morreres, Cristo te levara para viver com Ele para sempre. Cré nEle agora. Hoje é a tua oportunidade.)


Se muito comprido, omite as partes entre parênteses
Ref. Js. 53:9; Jo. 10:12; Jo. 18:28-19:42; Jo. 20:27; Mc. 16:15