As bodas

Esboço: Parable of the wedding feast in Matthew 22. Clear application. Several versions.

Número do roteiro:140
Idioma:Portuguese
Tema:Sacrifice/Atonement; Salvation; End Time, Second Coming; Hell; Cleanse, purify; Faith, trust, believe in Jesus
Público alvo:General
Estilo:Monolog
Tipo:Parable
Sofisticação:Simple
Propósito:Evangelism
Passagem bíblica:Paraphrase
Estado:Approved

Os roteiros são guias básicos para a tradução e gravação em outros idiomas. Devem ser adaptados de acordo com a cultura e a língua de cada região, para fazê-lo relevante. Certos termos e conceitos podem precisar de uma explicação adicional ou mesmo serem omitidos no contexto de certos grupos culturais.

Texto do roteiro

Na Bíblia, Jesus nos conta do um rei que celebrou as bodas de seu filho. Nesses dias essas festas eram elegantes e lindas. O rei mesmo providenciava as vestimentas para a festa, enfeitadas de ouro e jóias preciosas. Todos que vinham para as bodas precisavam vestir uma dessas vestimentas para entrar na festa.

Todas as pessoas do país foram convidadas. Cada pessoa, do mais pobre, até o mais rico, puderam ter o prazer de ver o rei pessoalmente e participar da grande festa. O convite fora anunciado para todos: "Vinde as bodas! Já se preparou o banquete.' Todos que queiram vir, venham!" Os convidados chegaram, e as portas se abriram, e estes entraram. Porem havia um homem que entrou nas bodas sem sua vestimenta adequada. Deve ter pensa-do que suas próprias vestimentas (suas próprias roupas) eram suficientemente boas.

Dentro da casa, tudo estava brilhando. As luzes eram fortes, e todas as roupas brilhavam na sua luz. Todos es-tavam felizes, menos o homem que entrara sem sua vestimenta apropriada, ele se sentia miserável. Suas própri-as roupas que pensara ser suficiente boas para usar na presença do rei, agora pareciam como trapos sujos. En-quanto olhava envergonhado para Si, seus pensamentos devem ter sidos assim, "Queira que nao tivesse sido tao orgulhoso e teimoso; se a menos tivesse aceitado a vestimenta que me fora oferecida, em vez do ter usado estes trapos imundos.' Agora veja como estou.' Tornara que o rei nao me veja. Parece que todos estao olhando para mim, me sinto desvestido (nu)!"

O rei entrou em toda sua gloria e esplendor. Olhou bem para o homem sem sua vestimenta certa, e lhe pergun-tou, "Amigo, como entraste sem vestimenta adequada?" E o homem emudeceu-se (nao podia falar nada). Nao tinha sequer uma desculpa boa. Ele, em sua teimosia, rejeitara a vestimenta quando lhe fora oferecida. Ele conhecia o decreto do rei, mas nao quis obedecer. Pensou que era suficientemente bom, mas nao tinha nada que pudesse cobrir seu pecado.
O rei mandou que amarrassem seus pés e suas maos; e o lançassem para fora, nas trevas; onde ha choro e ran-ger de dentes. A Palavra de Deus diz, "Os malfeitores serao lançados no inferno."
Cristo voltará um dia. Nós também estaremos na presença do grande Rei. Nossa própria bondado é como trapos sujos aos Seus olhos. Tens sido salvo do teu pecado? Na tua própria justiça, nao poderás apresentar-se perante um Deus Santo. Mas Jesus Cristo veio a terra, e deu a Sua vida como sacrifício pelos nossos pecados. Jesus Cristo lhe dará uma vestimenta de justiça se O aceitares. Recebe a Jesus agora. O sangue de Jesus, O Filho de Deus, nos purifica do todo pecado. Você também pode ser purificado dos seus pecados se crê em Jesus e confi-ar nEle.

Ref. MT. 22:1-14